(61) 3035 9900 ouvidoria@ictcor.com.br

A fibrilação atrial (FA) é uma anormalidade de ritmo cardíaco caracterizado por uma ativação atrial rápida e irregular, com consequente deterioração de sua função mecânica. Inicialmente identificada em 1680 a.C. por um médico chinês, e reconhecida como anomalia do ritmo cardíaco por William Harvey em 1680 d.C.(1), é a arritmia cardíaca sustentada mais comum, ocorrendo em 0,4% da população geral e entre 3% e 5% das pessoas acima de 65 anos (2).

Cerca de 50 mil novos pacientes recebem anualmente no Brasil Dispositivos Cardíacos Eletrônicos Implantáveis (DCEI). Aqui se entenda implantes de marcapassos uni e bicamerais, desfibriladores, ressincronizadores e monitores implantáveis. 

Em 2015 foi descrita na literatura uma nova entidade com maior incidência na população idosa que aumenta a predisposição a Fibrilação Atrial, e que foi denominada de Síndrome de Bayés. Caracteriza-se pela presença de sinais eletrocardiográficos de bloqueio interauricular, conhecido como bloqueio de Bachmann, que é um transtorno na condução elétrica entre as aurículas, geralmente secundário a um processo de fibrose auricular frequente nas pessoas de idade avançada, com maior risco de infarto cerebral e demência, provavelmente relacionado com trombos produzidos na aurícula direita.

Página 1 de 3

Horário de Funcionamento:

Ambulatório/Hemodinâmica/Eletrofisiologia:

De Segunda a Sexta - Feira de 08:00 às 18:00.

Emergência e Urgência: 24h

Em parceria com o Centro Cardiológico Anchieta (Pronto-Socorro)

Hospital Anchieta - Centro de Excelência 4º andar
Taguatinga Norte - Setor "C Norte"
Área Especial 08/09/10 Cep: 72.115-700

(61) 3035 9900

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Entrada Inválida
Entrada Inválida